O Rei e Rainha do Mar surgiu do Desafio Leme ao Pontal, evento no qual o nadador Luiz Lima percorreu os 35km que separam a Praia do Pontal da Praia do Leme. Após ter completado o desafio, uma das maiores provas de águas abertas realizada no Brasil em 2008, o atleta recebeu o tridente do Rei do Mar.

Motivada pelo sucesso do desafio, a Effect Sport lançou, em 2009, o Rei do Mar. O evento foi dividido em duas provas: a Travessia Rei do Mar (para atletas amadores) e o Desafio Rei do Mar (para atletas profissionais). Nesse ano, a competição, realizada no posto 6 da Praia de Copacabana, mesmo palco da prova de maratona aquática dos Jogos Olímpicos de 2016, foi eleita como uma das melhores do ano pela revista norte-americana Swimmer.

Após a boa aceitação do Rei do Mar pelos fãs da natação em mar aberto, a Effect Sport buscou o apoio do IDEC para a realização do evento e pensando juntos lançaram o Circuito Rei e Rainha do Mar 2010, em que os atletas amadores competiram em três etapas, e o Desafio Rei e Rainha do Mar 2010, que reuniu os melhores atletas profissionais do Brasil e do mundo.

No mesmo ano, com o sucesso do evento no Brasil, a competição desembarcou em águas estrangeiras com o Rei e Rainha do Mar Portugal. Atletas amadores disputaram a prova aberta e os profissionais competiram a prova elite.

Em 2011, já contando a produção do Instituto Cria Brasil e consultoria esportiva da Effect, a competição buscou inovações para agradar aos seus fiéis competidores e atrair novos nadadores para o circuito. Pela primeira vez, as provas saíram da Praia de Copacabana para outros mares cariocas. Na 1ª etapa de 2011, o Circuito apostou em um novo cenário e com uma nova prova: a Challenge, que foi inspirada no percurso do Desafio Samoa, um dos eventos mais tradicionais da maratona aquática brasileira. Os nadadores tiveram a oportunidade de relembrar os velhos tempos, nadando 3 km, da Praia do Leblon até a Praia do Arpoador. Já na 2ª etapa, os atletas nadaram Praia do Leme até a Praia de Copacabana. O evento contou com a participação de mais de 1500 atletas e foi um sucesso de público.

Desde então o Circuito Light Rei e Rainha do Mar vem se consolidando como o maior festival de esportes de praia do país, tanto para atletas amadores como para a elite da maratona aquática mundial.

Um circuito diferenciado, com as melhores provas, em cenários outdoor de tirar o fôlego!