Home
Blog

Instagram Feed

  • Uma iniciativa do Instituto Faz Sport que visa conscientizar ahellip
  • Vocs so capazes realeza! Vamos acreditar!! ReieRainhadoMar
  • Hoje  o Dia Internacional do Atleta Paralmpico! Parabns ahellip
  • Fora sorriso no rosto e medalha no peito! tbt ReieRainhadoMar
  • Hoje no dia internacional da limpeza decidimos falar de umhellip
  • Bor sonhar realeza!!! Boa semana a todos! ReieRainhadoMar
1/2/2017

Vencendo traumas através do esporte

Conheça a história do Leandro Alcântara, que voltou a praticar esportes depois de um trauma sofrido em uma partida de futebol e acabou se encantando pelas corridas e pela natação

Morador da baixada Fluminense, vindo de família humilde, Leandro nunca teve tempo nem aptidão para se dedicar a prática de esportes. Ao jogar uma partida de futebol com amigos de trabalho, sofreu uma grave pancada na cabeça que resultou em um traumatismo craniano. Devido à gravidade da situação, teve que ter acompanhamento de um neurocirurgião por três meses e resolveu não se arriscar mais em esportes coletivos e de alto impacto.

 

Depois do susto, passou a praticar corrida de forma descompromissada, pelo simples intuito de perder peso e por ser uma modalidade individual e mais conservadora. O tempo foi passando e ele foi convidado para participar de um circuito de rua através de uma academia e, dali pra frente, fez da corrida o seu estilo de esporte e de vida. Participou de várias provas incluindo meias maratonas e se encantou pelo Circuito Rei e Rainha do Mar, onde estreou em 2016, na modalidade Beach Biathlon, depois de vencer mais um trauma: não saber nadar.

A participação no Circuito Rei e Rainha do Mar já conta como uma vitória pessoal para Leandro

A participação no Circuito Rei e Rainha do Mar já conta como uma vitória pessoal para Leandro que superou um trauma sofrido após uma partida de futebol

“Para piorar minha frustração participei de um passeio de barco, desses que o barco para em alto mar e quem quiser e souber nadar pode pular para apreciar melhor o passeio. Muita gente pulou, inclusive as crianças, e eu fiquei no barco. Um casal de crianças filhos de amigos meu começaram a me indagar de forma curiosa e debochada o fato de eu como adulto não saber nadar, enfim, fiquei com isto na cabeça, mas, ao mesmo tempo, tinha vergonha de entrar em uma academia para começar a aprender a nadar já adulto, achava que iria ter somente crianças”. Conta Leandro que deixou a vergonha de lado e aprendeu a nadar.

Para ele, assim como para muita gente, uma simples participação no Circuito Rei e Rainha do Mar já conta como uma vitória pessoal na busca pela superação.

 

O que falta para você sair da mesmice e ser mais um a superar seus próprios limites em busca de uma vida mais saudável? Supere-se. Sempre!

Tags: , , , , , , ,


Posts Relacionados

Vagas pelo Premmia, programa de fidelidade dos postos Petrobras, se esgotam em apenas três dias para... Etapa de Salvador bate recorde de resgates pelo programa de benefícios Petrobras Premmia A 3ª etapa do Circuito Nacional Rei e Rainha do Mar, que ...
Inscrições abertas para a etapa de Salvador-BA do Circuito Nacional Rei e Rainha do Mar Rei e Rainha do Mar em Salvador-BA É isso aí meu Rei, é isso mesmo minha Rainha: a estreia do Circuito Nacional Rei e Rainha do Mar na Bahia acont...

Deixe um comentário